sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Você pode falar o que quiser para uma outra pessoa?

Falando abobrinhas


Você é do tipo que fala sem pensar e depois se arrepende? Você fala tudo o que quer e depois ouve o que não quer?

Meu amigo você não está sozinho, não sei em estatística mas o que vejo de gente fazendo isso não é brincadeira.

Sem ir muito longe é só reparar nos jornais pessoas que falam sem pensar sobre a cor da pele do outro, sua religião (coisa que vira até guerra) diga-se de passagem, passando pelo tão famigerado time de futebol, a posição social, o sotaque e até sua forma física entra na dança.

E eu só tenho uma certeza comigo. Você pode falar o que quiser para uma outra pessoa, desde que seja da forma certa, com as palavras certas e principalmente no momento certo.

Lembra da sua infância quando seus pais chamavam sua atenção na frente de outras crianças? Isso aconteceu com você? Ou a professora na escola quando falava alguma coisa que você se sentia diminuir na cadeira? As brincadeiras toscas dos "amigos", e tem ainda o terrível feedback do chefe que muitas vezes sem noção ou preparo faz isso na frente dos colegas de trabalho de forma indiscreta e com palavras rudes.

São coisas que quem fala muitas vezes esquece, porém quem ouve além de não esquecer fica remoendo por muito tempo e isso faz um mal!

Se você já passou por uma situação dessas sabe bem do que estou falando e sabe o quanto isso dói. Eu sinceramente acho que todos na vida já sentiram na pele em algum momento algo dessa natureza.

Isso hoje tem um nome difícil mas que estamos acostumados a escutar quase todos os dias, é o danado do bullying, palavra em inglês que significa valentão, brigão. Em português é uma ameaça, tirania, humilhação e por ai vai.

Meu convite de hoje é. Fale o que quiser com as outras pessoas sim, mas tome cuidado com suas palavras, pois elas ferem machucam mesmo, no mais intimo do ser. Se coloque no lugar do outro, tenham empatia, respeito e se for falar pense antes, será mesmo que falar assim é realmente necessário? E se não tiver certeza se cale o seu direito de falar termina exatamente onde o direito de não ouvir do outro começa e a palavra respeito é fundamental.

Meu queridos desejo que vocês tenham hoje o melhor dia de suas vidas! Um grande beijo.


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Que mundo estranho é esse nosso, onde a tecnologia nos aproxima e nós propositalmente no afastamos.

Seu dia só depende de você

Sabe nesses dias que todos temos muita presa, principalmente agora perto do Natal. É um habito fazer as coisas no automático, rápido e sem prestarmos atenção os dias passam, passam-se as semanas e nós nem percebemos e fica comum um belo dia nos olhamos no espelho e percebemos marcas que antes não estavam lá.

Vou te fazer um convite hoje. Faça tudo o que tem para fazer sim, mas de uma maneira diferente, olhe e veja, repare nos detalhes, nas formas, nas cores, na escrita, na mesma paisagem que costuma ver todos os dias mas que nem percebe mais. Veja as casas, as árvores e principalmente as pessoas. Ah! As pessoas sempre tão ocupadas, passam umas pelas outras nas ruas e é mais fácil baixar a cabeça do que dar um sorriso e dizer bom dia! Que mundo estranho é esse nosso, onde a tecnologia nos aproxima e nós propositalmente no afastamos.

Um famoso escritor brasileiro fez em um de seus livros seu personagem principal andar em círculos e fazer o mesmo percurso várias vezes sem se dar conta, até que ao perceber reclamou com seu guia de caminhada ao que respondeu para parar de pensar na chegada e perceber os detalhes do caminho, esquecer as horas e andar mais devagar, e foi difícil no começo mas quando o personagem aprendeu a verdadeiramente enxergar as coisas ja havia chegado ao seu destino.

Então, só por hoje faça uma experiência e preste atenção aos detalhes do seu lindo dia, repare nas pequenas coisas e te garanto, seu dia vai ser diferente e feliz.

Tenham todos um ótimo dia, 

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Quando você se quebra, quando algo quebra dentro e você, e você pensa

Nossos caquinhos


Sabe aquela frase: Estou aos pedaços!

Pois bem, tenho pensado nela esses dias e percebi o quanto ela é boa. Sim, é boa! Quando você se quebra, quando algo quebra dentro e você, e você pensa... Nada mais será como antes pois algumas coisas são como o cristal, podem até ser coladas mas jamais serão novamente o que um dia foram.

Como algumas pessoas podem achar isso ruim!? Quando as coisas mudam, quando se quebram, quando pensamos que tudo acabou e olhamos só nossos cacos jogados ao chão é o nosso momento perfeito. 

Juntemos então nossos pedaços, nossos cacos e vejamos que a cada acontecimento eles foram ficando com uma cor diferente, e então... Podemos começar a unir todos de uma forma diferente e criar um lindo mosaico, ou um belo vitral, já pensou nisso? Podemos transformar cada belo pedaço em pura obra de arte do destino e ver o quanto isso nos transformou em algo muito melhor que jamais seria possível se não tivesse sido quebrado. Hoje somos mais fortes, resistentes, mais versáteis e sabemos como ninguém o que queremos e como fazer para tornar-nos pessoas melhores graças as nossas experiências vividas. 

Sejamos felizes hoje que é melhor do que para sempre, e amanhã? Bem, cada dia tem sua própria forma de ser e é diferente um do outro e por mais que planejemos ele nunca sai exatamente como em nossas expectativas. Então vivamos cada dia como se fosse único, um presente enviado por um Deus amoroso para nosso proveito e deleite e divirtamos-nos com suas novas cores criemos e recriemos nosso mosaico de vida e lembremos sempre a vida é como quisermos pinta-la então usemos cores alegres e claras porque de escuro já bastam os dias de chuva.

Um grande beijo!

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

E Você quer ser útil ou querido?

Querido ou Útil??!!



Ser querido é café quente com bolo. Ser útil é pílula de suplemento.
Ser querido é dia de sol com ventinho leve. Ser útil é protetor solar e repelente.
Ser querido é abraço apertado. Ser útil é capa de chuva.
Ser querido é ser aguardado, ter a presença desejada, ser incluído nos sonhos, nos planos, na vida.
Ser útil é ser indispensável pelas qualidades e especialidades.
Ser querido é ser amado apesar dos odiosos e repugnantes defeitos, ser compreendido, reconfortado, protegido, repreendido, o que for preciso.
Ser útil é ser dispensável quando a utilidade findar…
Todo mundo é querido de alguém, todo mundo é útil para alguém, os ambos, ou nenhum. Perceber a diferença é essencial para saber que papel figuramos nas vidas que tocamos ou que nos tocam.
Para alguns, preciso ser apenas útil. E quero o pagamento e a recompensa por isso.
Para outros, quero ser querida, como os quero bem também.
O que não quero, é ser útil para me sentir querida. Não quero me tornar indispensável para ter a ilusão de que sou muito querida. Ser querido é bem diferente de ser útil.
Jamais me conformarei em ser uma panela aderente com excelentes qualidades e diferenciais! A panela é útil!
Eu? Eu quero ser motivo de doces lembranças, afeto, saudades e grandes planos para a vida!


thesecret

E a você meu querido amigo Psicanalista Marcelo Coelho meu muito obrigada pelos textos, artigos e sua atenção .

Um Grande Beijo!

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Aproveitando todas as pequenas possibilidades


 Quantas vezes você já desistiu de algo que queria muito sem ao menos tentar por achar difícil ou irrealizável? 


Algumas pessoas tem um grande dom de sonhar e ir em busca do seu sonho e sabe o que acontece? Elas realizam esse sonho, simples assim. Porém a maior parte das pessoas só sonha e continua sonhando... Olha, eu queria um... Eu sonho com... Mas por acharem difícil começar muitas vezes nem tentam ou se tentam nos primeiros obstáculos já desistem.


Você já pensou se quando a borboleta saísse do casulo ela ficasse com medo de alçar seu primeiro voo e ficasse parada colada onde estava por medo do desconhecido, por medo de cair ou de não saber bater suas asas! Se a borboleta se permitisse sentir medo ela jamais saberia a força que tem suas asas e para ela toda a metamorfose teria sido inútil. 


E as tartaruguinhas que nascem na praia? Sofrem para quebrar a casca do ovo, se enchem de areia e mesmo sem nunca ter se movimentado antes tem que aprender a andar e sair em busca de uma imensidão azul, sem saber como vai ficar depois que chegar lá. Sem pai, nem mãe, nem amigos.. ninguém...

Tanto a borboleta quanto a tartaruga seguem seus instintos, elas não sabem se vai dar certo ou errado se vão sobreviver ou não, elas só vão. Um passo após o outro mesmo que pequeno e sem jeito levam as tartaruguinhas ao oceano que jamais conheceriam se dessem vazão ao seu medo e não empregassem todas as suas forças no que sabiam que precisam fazer. E a borboleta nunca visitaria tantas flores lindas e perfumas num só dia se não acreditasse que suas asas a levariam, apesar da força dos ventos a lugares nunca antes conhecidos e possibilidades a serem desvendadas. 


A borboleta com sua efêmera vida aproveita cada minuto como se fosse o último, visita o máximo de flores que consegue nos presenteia com sua beleza e nos ensina como devemos viver. Aproveitando todas as pequenas possibilidades, todas as flores que a vida nos oferece, e a tartaruga com sua paciência infinita... nos mostra que a cada dia devemos dar a sua atenção necessária, quando andamos devagar prestamos mais atenção a paisagem aos detalhes, vemos com outros olhos  oque para os outros é só uma coisa normal, enxergamos mais possibilidades pois os obstáculos são feitos para nos tornar mais fortes e sábios. 


Que tal vivermos a vida assim? Aproveitando cada nova possibilidade, dando valor as pequenas flores que aparecem em nosso caminho assim como a borboleta mas tendo a convicção de que precisamos dar um primeiro passo, mesmo que desengonçado na inconstância da areia se quisermos conhecer um oceano de novas possibilidades!




Um grande beijo!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Sejamos como o bambu sem presa para crescer

O Bambu e a Samambaia

Em um lindo bosque um velho jardineiro que cuidava das flores plantou algumas sementes se bambu e outras de samambaia. Cuidou com terra boa, aguou todos os dias e logo começaram a surgir os primeiros brotinhos da samambaia, cresceu linda brilhante, ao sol suas folhas reluziam e enfeitavam o bosque. Mas do bambu nem sequer um brotinho. E o inverno chegou e foi embora, mais um verão, uma primavera a samambaia ia e voltava e nada do bambu aparecer e em todo o tempo estava lá o velho jardineiro cuidando do canteiro, regando, adubando a terra e nada aparecia.

Um dia uma senhora que passava pelo bosque perguntou ao jardineiro o que tinha daquele lado com terra mas sem nenhuma flor, ao que ele respondeu: São sementes de bambu que plantei já a alguns anos e quando nascer trará muito mais beleza ao nosso bosque. A senhora desacreditada de que as sementes eram boas concordou com a cabeça e foi embora.

Na primavera seguinte já nos primeiros dias começaram a sair os primeiros brotinhos do tão esperado bambu, lindos, tenros e fortes. De um dia para o outro cresciam e cresciam e quando aquela senhora percebeu onde antes havia um canteiro vazio agora estavam bambus de quase quatro metros de altura, fortes resistentes e muito lindos. Então comentou ela novamente com o jardineiro.

- Olha seus bambus cresceram tão rápido que eu nem percebi, um dia não tinha nada e no outro esta repleto de arvores lindas e tão altas que até parece que foram postas neste lugar. E  o jardineiro todo orgulhoso responde: 

- Para senhora ver... Esses bambus levaram quase quatro anos para mostrar seus primeiro brotinhos aflorando, pois estavam criando suas raízes se agarrando na terra, se preparado para poder crescer e suportar as intempéries do tempo. E continua ele, algumas pessoas também são assim, cada um tem seu tempo e algumas vezes parece que nada acontece na vida um verdadeiro marasmo, mas é o tempo do Senhor e Ele nos prepara para que um dia tenhamos todo o suporte para que possamos crescer e nos manter em pé em meio as tempestades que podem acontecer na vida. Algumas pessoas são testadas com os ventos do destino chegam mesmo quase a alcançar o solo mas não se quebram, suas vibras foram criadas com paciência e calma cada sofrimento passado o tornou resiste, cada dor, cada decepção tudo acontece por um motivo e quando suas provações chegam são fortes e resistem, crescem e se mantém firmes até o fim.

Sejamos como o bambu sem presa para crescer, nos preparemos com sabedoria e paciência para que quando finalmente chegar o dia de crescer tenhamos toda a resistência necessária para enfrentarmos as adversidades desde mundo como o bambu resistindo e voltando sempre a ficar em pé pois bem sabemos da força de nossas raízes e da força que cultivamos com passar dos anos.

Tenham todos um excelente dia!

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Sei que o estou fazendo é pouco porém estou fazendo o que me cabe

O  beija flor e o incêndio


Esta história todos já conhecem mas é sempre bom relembrar.

Existia uma floresta onde todos os animais eram amigos, se encontravam nos finais de tarde embaixo de uma árvore majestosa em uma clareira e lá ficavam até o anoitecer conversando.

Numa bela tarde quente de verão em algum lugar no meio da mata começou um foco de incêndio que com o calor logo se alastrou. Os animais desesperados pelo risco de morte começaram a fugir, se atropelando em uma correria frenética. O beija flor que havia ficado fora o dia todo estava chegando e não entendendo nada viu os animais partindo em retirada, até que olhou para a floresta e a viu pegando fogo. 

No mesmo instante saiu rápido em direção ao lago o com seu bico amanhou algumas gotas de água e foi em direção às chamas com a intenção de apagá-las. 

Os outros animais vendo isso não entenderam e então o leão falar com ele para fazê-lo entender que precisava fugir.

- Caro amigo, esse incêndio está descontrolado as chamas estão destruindo toda a floresta e você só com essas miseras gotinhas não irá conseguir nada, vamos foge conosco e salve sua vida.
Ao que o pequenino respondeu:

- Sei que o estou fazendo é pouco porém estou fazendo o que me cabe. 
E vendo isso todos os outros animais criaram coragem e começaram a carregar água também, todos conforme suas possibilidades pegavam a água e a jogavam nas chamas. Logo o fogo começou a diminuir e o incêndio se acabou.

Mesmo que seja pouco o que pequeno beija flor fez deu resultado, seu gesto de coragem salvou a floresta, pois foi sua iniciativa que fez com que os outros fizessem sua parte. 

Moral da história: Se o que você faz hoje lhe parece pequeno ou pouco não desanime, se te dizem que não vai fazer diferença, tenha bom animo e continue, não é por suas palavras que você irá convencer alguém e sim por seu exemplo e se os resultados não forem imediatos acredite você esta plantando suas boas sementes e um dia mesmo que demore verá os resultados.

Com meu mais sincero desejo de que você tenha um excelente dia!

 

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Você acha que eu quero lhe incomodar


OLÁ, EU SOU O SEU SINTOMA...

(Com agradecimentos ao Psicanalista Marcelo Coelho)

Tenho muitos nomes: dor de joelho, abscesso, dor de estômago, reumatismo, asma, mucosidade, gripe, dor nas costas, ciática, câncer, depressão, enxaqueca, tosse, dor de garganta, insuficiência renal, diabetes, hemorroidas e a lista continua. Ofereci-me como voluntário para o pior trabalho: ser o portador de notícias pouco agradáveis para você. 

Você não entende, ninguém me compreende. Você acha que eu quero lhe incomodar, estragar os seus planos de vida, todo mundo pensa que desejo atrapalhar, fazer o mal, limitar vocês. E não é assim, isso seria um absurdo. Eu o sintoma, simplesmente estou tentando lhe falar numa linguagem que você entenda.

Vamos ver, me diga alguma coisa. Você negociaria com terroristas, batendo na porta com uma flor na mão e vestindo uma camiseta com o símbolo da “paz” impresso nas costas? Não, certo?
Então, por que você não entende que eu, o sintoma não posso ser “sutil” e “levinho” quando preciso lhe passar uma mensagem. Me bate, me odeia, reclama de mim para todas as pessoas, reclama de minha presença no seu corpo mas, não para um minuto para pensar e raciocinar e tentar compreender o motivo de minha presença no seu corpo.

Apenas escuto você dizer: “Cala-te”, “vá embora”, “te odeio”, “maldita a hora que apareces-te”, e muitas frases que me tornam impotente para lhe fazer entender mas, devo me manter firme e constante, porque devo lhe fazer entender a mensagem.

O que você faz? Manda-me dormir com remédios. Manda-me calar com sedativos, me suplica para desaparecer com anti-inflamatórios, quer me apagar com quimioterapia. Tenta dia após dia, me calar. E me surpreendo de ver que às vezes, até prefere consultar bruxas e adivinhos para de forma “mágica” me fazer sumir do seu corpo.
A minha única intenção é lhe passar uma mensagem, mesmo assim, você me ignora totalmente.
Imagine que sou a sirene do Titanic, aquela que tenta de mil maneiras avisar que tem um iceberg na frente e você vai bater com ele e afundar. Toco e toco durante horas, semanas, meses, durante anos, tentando salvar sua vida, e você reclama que não deixo você dormir, que não deixo você caminhar, que não deixo você trabalhar, ainda assim continua sem me ouvir…Está compreendendo?

Para você, eu o sintoma, sou “A doença”.
Que absurdo! Não confunda as coisas.
Aí você vai ao médico e paga por tantas consultas.
Gasta um dinheiro que não tem em medicamentos e só para me calar.
Eu não sou a doença, sou o sintoma.
Por que me cala, quando sou o único alarme que está tentando lhe salvar?
A doença “é você”, é “o seu estilo de vida”, são “as suas emoções contidas”, isso que é a doença e nenhum médico aqui no planeta terra sabe como as combater, a única coisa que eles fazem é me atacar, ou seja, combater o sintoma, me calar, me silenciar, me fazer desaparecer. Tornar-me invisível para você não me enxergar.

É bom se você se sentir incomodado por estar lendo isso, deve ser algo assim como um “golpe na sua inteligência”. Está certo se estiver se sentindo frustrado, mas eu posso conduzir o teu processo muito bem e o entendo. De fato, isso faz parte do meu trabalho, não precisa se preocupar. A boa notícia é que depende de você não precisar mais de mim, depende totalmente de você analisar o que tento lhe dizer, o que tento prevenir.
Quando eu, “o sintoma” apareço na sua vida, não é para lhe cumprimentar, é para lhe avisar que uma emoção contida no seu corpo, deve ser analisada e resolvida para não ficar doente. Deveria se perguntar a si mesmo: “por que apareceu esse sintoma na minha vida”, “que pretende me alertar”? Por que está aparecendo esse sintoma agora? Que devo mudar em mim?

Se você deixar essas perguntas apenas para sua mente, as respostas não vão levar você além do que já vem acontecendo há anos. Deve perguntar também ao seu inconsciente, ao seu coração, às suas emoções.
Por favor, quando eu aparecer no seu corpo, antes de procurar um médico para me adormecer, analise o que tento lhe dizer, verdadeiramente, por uma vez na vida, gostaria que o meu excelente trabalho fosse reconhecido e, quanto mais rápido tomar consciência do porquê do aparecimento no seu corpo, mais rápido irei embora.
Aos poucos descobrirá que quanto melhor analisar, menos lhe visitarei. Garanto a você que chegará o dia que não me verá nem me sentirá mais. Conforme atingir esse equilíbrio e perfeição como “analisador” de sua vida, de suas emoções, de suas reações, de sua coerência, não precisará mais consultar um médico ou comprar remédios.

Por favor, me deixe sem trabalho.
Ou você acha que eu gosto do que eu faço?
Convido você para refletir sobre o motivo de minha visita, cada vez que eu apareça.
Deixe de me mostrar para os seus amigos e sua família como se eu fosse um troféu.
Estou farto que você diga:
“Então, continuo com diabetes, sou diabético”.
“Não suporto mais a dor no joelho, não consigo caminhar”.
“Aqui estou eu, sempre com enxaqueca”.

Você acha que eu sou um tesouro do qual não pretende se desapegar jamais.
Meu trabalho é vergonhoso e você deveria sentir vergonha de tanto me elogiar na frente dos outros. Toda vez que isso acontece você na verdade, está dizendo: “Olhem que fraco sou, não consigo analisar, nem compreender o meu próprio corpo, as minhas emoções, não vivo coerentemente, reparem, reparem!”.
Por favor, tome consciência, reflita e aja.
Quanto antes o fizer, mais cedo partirei de sua vida!
Atenciosamente,
O sintoma.
A.DESCONHECIDO.

"Volte seus olhos para dentro, contemple suas próprias profundezas, aprenda primeiro a conhecer-se! Então, compreenderá por que está destinado a ficar doente e, talvez, evite adoecer no futuro". Sigmund Freud

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Faça sua parte

 Você acredita em anjos?


Você acredita em anjos? Essa pergunta parece muito absurda para você? Pois bem, eu vou te dizer. Anjos não só existem como interagem conosco o tempo todo. E todos nós temos o privilégio de poder ajudar essas criaturas maravilhosas a deixar o mundo um pouco melhor.

Você já obtiveram a ajuda de algum anjo dia desses. Talvez? Ele pode ter sido aquela pessoas desconhecida que um dia apareceu em sua vida lhe ajudou numa coisa simples e depois foi embora. Pode ter sido uma enfermeira, um taxista, uma caixa de supermercado, um atendente de telemarketing que resolveu aquele seu problema sem solução. Essas pessoas foram anjos por alguns minutos em suas vidas. Eu vou contar a vocês uma história que aconteceu comigo a muitos anos atrás.

Um dia fui a praia sozinha, era uma linda tarde de primavera começo de verão e eu nunca tinha ido àquela praia antes. Sabe quando você sai pra ficar com você mesmo e só? - Pois bem, desci vários degraus até chegar na areia e comecei a andar assim meio sem rumo. 

Ao longe algumas crianças brincavam com alguma coisa e eu ouvia suas gargalhadas de vez em quando. Me sentei na areia a fiquei observando o mar ao longe, não sei quanto tempo, e vou confessar, eu nunca na minha vida tinha visto um mar dourado antes, não me lembro de ter visto o sol, só as ondas lindas, parecia que me levavam e me traziam de volta com a espuma, era de uma cor tão linda, não era azul, verde, branco, cinza.. nada dessas cores, era dourado.

Mas eu não percebi que elas estavam cada vez maiores e mais perto de mim. Eu não entendo até hoje o que ou como aconteceu, quando percebi eu estava diante de uma onda enorme, então me levantei pois estava de jeans e tênis minha intenção era ficar bem longe da água, mas quando fui sair de perto da areia me deparei com um muro de pedras que eu não tinha percebido que tinha lá. Eu não sei nadar, e não iria conseguir subir aquele muro era da altura do meu ombro quase. Eu olhei para os lados e não vi ninguém, as crianças tinham todas ido embora e eu nem havia percebido. Eu não tinha o que fazer. Quando do nada apareceu um garotinho de cabelos cacheados e me perguntou se eu queria que ele segurasse minha mão. Eu o olhei e fiquei com medo de que se a água me levasse eu o puxaria junto comigo, agradeci mas disse que não. Ele olhou para os meus olhos e me disse.

- Eu seguro sua mão e não se preocupe eu não vou soltar você. Então pelo medo e sem pensar pois não tinha mais nenhum tempo segurei a mão do garotinho que devia ter uns oito, dez anos acho e na mesma hora a onda bateu em mim, me jogou no muro e depois me puxou pro mar.

E o menino? Ele segurou minha mão e soltou o peso do corpo para trás para me dar mais apoio. Depois que onda passou fiquei com os olhos fechados por alguns segundo ainda apavorada, mas ele me disse com uma voz muito mansa que a onda já tinha ido embora.

Então abri meus olhos e lentamente olhei para trás e vi que estranhamente o mar tinha voltado ao normal. Quando voltei para a frente e fui agradecer aquela criança pela coragem de ter ficado ali comigo, não tinha ninguém. Eu tinha um campo de visão enorme da orla da praia mas não consegui encontra-lo em questões de segundos meu super herói mirim sumiu e tudo o que ficou foi minha história e minha eterna gratidão a esse anjo que salvou minha vida. Essa é minha forma de te agradecer menininho da praia e te dizer muito obrigada meu anjo de plantão. 


Se hoje alguém te fizer uma gentileza, um favor, um cuidado seja o que for perceba a centelha divina dessa pessoa e se tiver a oportunidade faça essas coisas para alguém. Te dou as asas, pois você vai fazer a diferença no dia ou na vida de um outro ser e isso será maravilhoso. Você pode até se esquecer com o tempo, mas a pessoa que recebeu seu cuidado jamais se esquecerá e todas as vezes que lembrar de você será com um imenso carinho e gratidão!

Tenham um ótimo dia!


sábado, 17 de outubro de 2015

Perdoar é dom de Deus

Perdão


Quando alguém nos ofende, magoa ou causa algum dano, num primeiro momento nossa dor é tão grande que é difícil para qualquer um perdoar. Mas depois com o passar do tempo revendo a situação perdoar é o melhor caminho. Sei, você pode me dizer: Mas você não sabe o que essa pessoa me fez! Não faz ideia do quando sofri! E eu talvez não entenda mesmo, pois não vivi sua situação de dor e para mim é difícil quantificar seus sentimentos.

Mas posso te dizer uma coisa com toda certeza. A falta de perdão dói mais em você do que na pessoa que te causou o sofrimento. Sua dor é como um espinho na alma e pode te trazer problemas físicos como as doenças psicossomáticas. Essas doenças são causadas por feridas de ressentimento, coisas que não foram devidamente postas em pratos limpos, por isso elas te corroem por dentro. E sejamos sinceros, quando se está com mágoas ou ressentimentos de alguém, essa pessoa que causou a dor mora dentro da gente como um intruso indesejado, habita os pensamentos e mesmo que digamos aos outros; nem lembro desse "fulalinho".É mentira, ele traz um amargo na boca toda vez que é lembrado e pensamentos obscuros rondam, florescem. Veja a importância que essa criatura ainda têm.

Então caro amigo, perdoe, para que possa esquecer e seguir sua vida, para que você tenha saúde e seja feliz. Perdoar é divino é dom de Deus e todos podemos fazer isso. Perdoe nem que seja por você, para que se sinta melhor, e nem é preciso que grite isso aos quatro ventos. Não. Perdoe dentro do seu coração, da sua alma, feche seus olhos e diga mentalmente a essa pessoa; Eu te perdoo, pois o que fez já esta feito o tempo não volta e não vai poder apagar o que fez, porém eu posso perdoar pois isso me faz uma pessoa melhor eu sou melhor e o que aconteceu não me fará mais mal.

Tenho certeza de que você se sentirá bem melhor depois disso. Não olhe mais para trás, isso não vai te trazer nada de bom, siga sempre em frente com bons sentimentos e pensamentos de amor, mesmo que pareça difícil é um exercício diário e tenho certeza que vai conseguir. 

Tenha um excelente dia!!

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Apenas busque o divino e sinta-se amado

A CARÊNCIA E A SOLIDÃO


Ultimamente o mundo anda assim: Carente e em meio a solidão. 

Podemos ver claramente o grito de Socorro da Humanidade nesses últimos dias onde se tem um cumprimento de uma palavra; Pela iniquidade o amor de muitos se esfriaria...
Será que de fato precisamos de alguém para preencher este certo vazio? Sim ou não?

Ficamos equivocados quando procuramos em outro ser igual a nós, o que podemos encontrar em nós mesmos! 

Seria a solidão filha da carência? 

Existe um grito de socorro ecoando por toda terra, será esse o grito da humanidade desesperada por respostas e por vazios não preenchidos? 

Céticos, budistas, islâmicos, ateus, astrônomos, cientistas e até mesmo aqueles que professam a fé ou se dizem seguidores de Cristo/Eterno tem buscado essas respostas. 

Deus causaria uma solidão na humanidade? 

Tirando-nos todas as poções acerca da vida, para que não nos preencha? E, assim nos voltarmos a Ele?

Então porque nunca estamos satisfeitos de fato? Se amamos e não somos amados, lamentos. Se somos amados não amamos, lamentos. Se temos muito queremos mais, se temos pouco queremos o muito. 
Se estamos bem, queremos ficar melhor, se estamos mal quero ficar bem. 
Se tem um bom carro queremos outro melhor, se temos uma casa grande queremos outra maior é assim sucessivamente.

Nunca estamos satisfeitos. 
O maior índice de suicídios são de pessoas milionárias ou bilionários. 
Porque será?

Queremos encontrar nas coisas ou até mesmo nas pessoas o que só encontraremos em Deus, o Eterno, o Jeová, Aquele cara lá de cima, o YESHUA, o Deus do céu, O Divino, o Senhor dos Senhores, O Pai Celestial e entre outros tantos nomes que o nominamos.
Significado da carência:
falta de algo necessário; privação.
" de alimentos"

Necessidade afetiva.
"de amor" ou atenção.

Significado de solidão:
estado de quem se acha ou se sente desacompanhado ou só; isolamento.
sensação ou situação de quem vive afastado do mundo ou isolado em meio a um grupo social.

Engraçado, que a solidão é algo que sentimos mesmo estando cercado de pessoas, não poderíamos nos sentir só, certo? Então porque nos sentimos? 
Será a falta do Eterno/Deus/Jeová/Aquele cara? Será esse vazio gritando por preenchimentos? Exatamente!

E a carência? Que significa falta ou necessidade de amor, nós já não somos amados por nossos pais? Filhos? Cônjuges? Amigos? Parentes? Então porque se sentir carente? Será o vazio da nossa existência sem Deus? Deus causaria em nós esse sentimento? Só para que nós por um instante olhássemos para Ele?
Busquemos n'Ele o que falta em nós! 
Não há como compreender tanta complexidade. 
Apenas busque o divino e sinta-se amado, sinta-se acompanhado, sinta-se completo e nunca se sinta só. 
Encontre em Deus o que você não vai encontrar em lugar nenhum. 
Boa reflexão:

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Deve-se sim se levantar pela manhã e ir em busca dos seus objetivos

O homem e a plantação de arroz


João era um homem pobre porém bastante determinado e queria ser rico. Ele acreditava muito em Deus e todas as noites orava pedindo para que o ajudasse a fazer sua plantação de arroz prosperar, e esperava o milagre, sempre esperando, sempre... Até que um dia depois de anos de espera e já cansado ele em suas orações reclama com seu Deus.
- Senhor, eu tenho orado tanto, pedido tanto para que o Senhor me faça prosperar, e porque não me ouve? Não me ajuda? 
E triste e desanimado foi dormir. Ao que em sonho obteve sua resposta. - João você pediu minha ajuda?
- Sim Senhor e várias vezes, por anos seguidos...
- E não viu quantas respostas te enviei?
- Respostas Senhor?
- Sim João, te enviei sol e chuva nas proporções certas, para que sua plantação crescesse. Na época da colheita te enviei amigos pra ajudá-lo e reparou como suas terras são férteis? tudo o que planta cresce. Eu te enviei tudo o que precisava, mas você não fez sua parte. Você precisa se levantar todos os dias bem cedo e se dedicar, precisa trabalhar com afinco e vontade, fazer seu trabalho mas faze-lo com amor. Só assim sua plantação irá prosperar. Eu sempre fiz minha parte João mas é preciso que faça a sua. 
Ao acordar João era uma outra pessoa, muito determinado se levantou antes do sol, e cuidou de sua plantação até o entardecer, aprendeu o que ainda não sabia, se dedicou e ao final da estação precisou da ajuda dos amigos, pois sua plantação prosperou tanto que ele jamais conseguiria colher tudo sozinho.
João ficou rico como desejava e agora sabe, não adianta nada pedir as coisas para Deus e se sentar de braços cruzados esperando que caia do céu. Deve-se sim se levantar pela manhã e ir em busca dos seus objetivos e com toda certeza o Senhor fará a parte que lhe cabe.

Tenham um excelente dia!

Agradeço ter aprendido essa lição com meu antigo professor Eduardo Almeida. Lições de vida jamais se esquecem!

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

A águia e o fazendeiro

A águia e o fazendeiro

Um dia um fazendeiro andando pela floresta encontrou um filhotinho de pássaro muito pequeno e despenado e levou para casa, colocando-o junto de uma galinha com seus pintinhos. A galinha o aninhou e cuidou dele como um de seus filhotes. Ensinou-o a ciscar e comer minhocas. Cresceu feliz o pequeno pássaro desengonçado, e o tempo foi passando. O pássaro ficou lindo, majestoso mas continuava dormindo no poleiro, ciscando com as galinhas e correndo atrás de milho. 

Um dia chegou na fazendo um amigo do fazendeiro e vendo o pássaro la misturado as galinhas se penalizou e comentou com seu amigo.
- Porque não deixa essa águia ir embora e seguir seu caminho é uma pena uma animal dão imponente ficar ai misturado as galinhas. Ao que o fazendeiro respondeu.
- Essa ave não sabe voar coitada, passou tanto tempo com as galinhas que agora se sente como uma delas, nem sabe que é águia. 

Então o amigo do fazendeiro perguntou se poderia ensinar a águia a voar, e tendo o consentimento pegou a ave a arrumou delicadamente em sua mochila convidou o amigo e subiram o mais alto que puderam em um penhasco no meio da floresta. Chegando lá em cima ele pegou a ave com muito cuidado virou-a em direção ao sol e soltou-a. 

A águia caiu como uma pedra, seu dono fechou os olhos para não a ver de despedaçar lá em baixo, porém quando estava quase batendo no chão ela pela primeira vez em sua vida abriu suas asas e num impulso magnifico voou, e subiu tão alto quanto pode. De seus pulmões saiu todo o ar contido de uma vida inteira em forma de um granido estridente e ela pairou levemente perto dos dois amigos que a olhavam estupefatos.

A águia ainda volta visitar o fazendeiro e quando o faz ainda come milho com as galinhas. Mas nunca mais ciscou ou dormiu no galinheiro. Respeitar as galinhas como iguais para ela é o suficiente.

Moral da História: Apesar do meio que você vive ter grande influencia sobre você, lembre-se sempre você tem o potencial que quiser ter, alce sonhos grandes, viva seus sonhos, pule de penhascos se precisar, se arrisque. E não deixe que ninguém determine quem você é ou menospreze sua capacidade. 

Tenha um excelente dia!


sábado, 10 de outubro de 2015

No século 21 estamos seguindo uma onda de querer fazer tudo ao mesmo tempo.

Neurose


No seculo 21 estamos seguindo uma onda de querer fazer tudo ao mesmo tempo. E o pior e que nem tudo sai com qualidade. 

Muitos acumulam: trabalhos, estudos, responsabilidades.... 

O resultado é algo mal feito, mal sucedido, inacabado, sem qualidade . E além de tudo isso não podemos deixar de relatar o stress,a depressão, os conflitos emocionais....

 Dai vem a doença física como uma outra neurose fora a neurose interna que leva a um mecanismo de defesa chamado SUBSTITUIÇÃO. Ela a neurose se manisfesta também no corpo adoecendo-o. É um alerta do inconsciente de que algo deve ser feito para sair dessa negatividade. Então ainda tem como mudar e melhorar tudo!


Psicanalista Marcelo Coelho

Desejo um ótimo sábado!


sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Mulheres por Mario Quintana

Mulheres 

por Mario Quintana


Aos 3 anos: Ela olha pra si mesma e vê uma rainha. 

Aos 8 anos: Ela olha para si e vê Cinderela. 
Aos 15 anos: Ela olha e vê uma freira horrorosa. 
Aos 20 anos: Ela olha e se vê muito gorda, muito magra, muito alta, muito baixa, muito liso, muito encaracolado, decide sair mas, vai sofrendo. 
Aos 30 anos: Ela olha pra si mesma e vê muito gorda, muito magra, muito alta, muitobaixa, muito liso muito encaracolado, mas decide que agora não tem tempo pra consertar então vai sair assim mesmo. 
Aos 40 anos: Ela se olha e se vê muito gorda, muito magra, muito alta, muito baixa, muito liso, muito encaracolado, mas diz: pelo menos eu sou uma boa pessoa e sai mesmo assim. 
Aos 50 anos: Ela olha pra si mesma e se vê como é. Sai e vai pra onde ela bem entender. 
Aos 60 anos: Ela se olha e lembra de todas as pessoas que não podem mais se olhar no espelho. Sai de casa e conquista o mundo. 
Aos 70 anos: Ela olha para si e vê sabedoria, risos, habilidades, sai para o mundo e aproveita a vida. 
Aos 80 anos: Ela não se incomoda mais em se olhar. Põe simplesmente um chapéu violeta e vai se divertir com o mundo. 
Talvez devêssemos por aquele chapéu violeta mais cedo!. 

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

O que vamos fazer hoje?

Vamos dominar o mundo!


Acorde! Porque esta dormindo? Porque não quer ver as coisas que estão acontecendo? Acorde vamos! Por favor!

Todos os dias milhares de pessoas se levantam pela manhã com os seus afazeres diários e recomeçam suas vidas, porém sem acordar, é quase uma maneira autômata de viver. Sem prestar realmente atenção às coisas que acontecem a sua volta. Cria-se um mundo paralelo dentro de uma bolha de fantasias e acredita-se nele. 

Passamos por crianças dormindo nas ruas e fazemos de conta que não vimos, lemos o jornal e para muitas noticias só damos uma passada de olhos.
Um dia estava eu vendo um programa de televisão e alguém me disse: Mude desse canal ele é muito deprimente, e eu só estava vendo uma reportagem de uma família que precisava de ajuda por um determinado assunto.

Porque as pessoas fazem questão de fechar os olhos e não ver a real situação do mundo? Porque é mais fácil? Porque assim se sentem melhor? Vamos olhar a vida como ela realmente é. Vamos hoje fazer algo por alguém. Um pequena gentileza, um pequeno gesto de carinho, um olhar diferente com mais atenção para o próximo que muitas vezes está dentro da nossa casa, mas, não o enxergamos. Vamos!? Hoje te convido a fazer alguma coisa pelo outro, independentemente de conhece-lo ou não. 

Vamos hoje fazer alguém mais feliz, porque tenho certeza que o sorriso que vai receber de agradecimento te fará sorrir também e ISSO vai te deixar muito mais feliz. Tenha um bom dia!

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Tudo tem seu tempo, sua hora e lugar.

Tenha Calma

Você tem calma para resolver o que acontece em seu dia-a-dia ou é desses que tem pressa para tudo? Saiba que pessoas apressadas não vivem o presente elas ou estão no passado pensando no que não fizeram ou no futuro pensando o que vão fazer. 
Mas qual a vantagem disso? 
Quando se esta apressado não se vê a beleza das coisas, não se dá o devido valor a cada situação e definitivamente não se aprende com elas. 
Lembre-se Tudo tem seu tempo, sua hora e lugar. Vamos esperar, claro, tomando as atitudes necessárias para que as coisas se resolvam, mas com calma, enxergando o mundo, as pessoas e as situações. 

terça-feira, 6 de outubro de 2015

O PERFECCIONISTA E A SÍNDROME DO PÂNICO

O PERFECCIONISTA E A SÍNDROME DO PÂNICO


Frequentemente as pessoas com predisposição a desenvolver a síndrome do pânico são aquelas que apresentam características marcantes como por exemplo são extremamente produtivas, muito comumente assumem mais responsabilidades e afazeres que podem dar conta ou que deveriam, são perfeccionistas e meticulosas, muito exigentes consigo mesma e não costumam aceitar bem os erros ou imprevistos, são as chamadas pessoas "muito certinhas", essas pessoas são quase sempre impressionáveis aos olhos dos outros. Geralmente essas pessoas procuram evitar a confrontação com suas emoções, deixando por conta da mente racional o comando de suas vidas.
Os principais sintomas da síndrome do panico são: taquicardia, sudorese, falta de ar, tremor, fraqueza nas pernas, ondas de calor e frio, tontura, sensação que o ambiente é estranho (perigoso), sensação que vai desmaiar, ter um enfarto, derrame, pressão na cabeça, perigo de morte.
Medo de sair de casa, medo de fazer as coisas mais simples como viajar, dirigir, ir a lugares com muita gente, cinema, feiras.
Segundo o jornal "The Boston Herald" o perfeccionismo é visto como a "fobia de cometer erros" ou seja errofobia. A errofobia é considerada como o medo de errar, ou seja, é a incapacidade de a consciência conviver consigo mesma e adaptar-se à imperfeição presente na realidade do seu próprio universo.
(VALCAPELI E GASPARETO.)



segunda-feira, 5 de outubro de 2015




Buscando a Felicidade



Sempre desejamos encontrar com a felicidade. Queremos realizar sonhos que atendam nossas expectativas, por isso, quando encontramos o não da vida debatemos com a frustração.

Queremos saber o sentido da vida, nos frustramos porque não achamos a resposta. Queremos mudar o mundo, nos decepcionamos porque o mundo segue o curso de sua história. É como procurar o navio pelo rastro. Consolamo-nos com as analogias que coincidem com a realidade do desfecho da complexidade dos problemas humanos. 

Esta situação imprevisível causa em nós um sentimento desanimador. Manter a vida satisfatória é um exercício que não é natural. Para se alcançar a excelência é necessária uma ação sobrenatural. Se você quer viver uma realidade de conforto, terá que trabalhar e economizar, saber investir seu dinheiro. Tudo isso gera um esforço que não é da natureza. Se algo tem que ser explicado ou construído, torná-se uma realidade artificial.

A grande realidade verdadeira e pura é a natureza, que com simplicidade sem esforço alcança a excelência de alcançar seus objetivos. O pássaro, por exemplo, voa sem precisar calcular o percurso e as resistências de suas asas. A orquídea veste os mais belos vestidos com cores que encantam os olhos de todos.

Criamos uma realidade de conforto e sofistificação, onde tudo depende do esforço sobrenatural. 

O homem não contenta com a realidade que possui. Neste caso, somos todos invejosos, pois, queremos a capacidade do mergulho dos peixes, o vôo dos pássaros, o colorido das flores, a força do rinoceronte, a beleza do resplandecer do sol.

Nesta busca frenética da excelência, perdemos o rumo da felicidade. Se buscarmos os momentos felizes no bolso de nossa memória, encontraremos as coisas simples e não as grandes e desgastantes conquistas. Encontraremos o dia que brincamos na chuva. O abraço do filho em um momento inesperado. O gol que fizemos com pés descalços na rua. O doce momento de carinho da mãe.

Não quero sofrer pelo que não tenho e nem pelo futuro incógnito. Quero alimentar minha felicidade de coisas simples que são lembradas pelos meus sentidos. O cheiro da chuva, do doce, do perfume e das cores que me fazem lembrar que eu sou feliz.
O mundo tem seu caminho. O meu é desconhecido. O momento do agora é o maior presente que podemos contemplar. Às vezes a vida é como um jardim paradisíaco. Em outros momentos a paisagem se modifica e tudo fica escuro e assustador. Somente a chama da esperança pode nos manter caminhando para o futuro incerto. Muitos dizem que a felicidade não existe. Acham que ela é um sonho dos homens que não acordam. Desanimados deixam de construir o castelo de sua felicidade.


Nossa vida deve ser um caminho de duas vias, aonde, os amigos vão e vem. Um caminho sem muralhas, sem pedágio. Nesta estrada da existência com certeza aparecerão os buracos. Um caminho sem deformação que não necessita de reparos não é usado com freqüência. Somente aqueles que o levam a destinos que tem a mercadoria felicidade são os mais freqüentados.

A cicatriz da alma faz lembrar uma história. Um livro de páginas em branco não tem lembrança. O sentimento são as páginas da alma que guardam a lembrança dos rascunhos de nossa existência. Que elas sejam boas ou más. O importante é ter história para contar. Ter motivos para chorar.

Viver sem lembranças é morrer. Morremos quando deixamos nossa frustração ser maior que nossa procura. Vou me frustrar, mas, continuarei sonhando e lembrando os momentos mais felizes que vivi. Hoje sonho com minha velhice, onde, lembrarei das dores e das alegrias do hoje.

A felicidade é um estado de espírito. Para que tenha valor ela deve ser desejada nos momentos de aflição. Felicidade constante perde o sabor e se torna melancolia. Essa combinação de aflição, medo, saudade é a receita que da o sabor da felicidade. Você descobrirá que o sabor é variado. O nascer de uma criança compensa a perda de um amigo. A beleza do nascer do sol substitui a ausência da lua. Tudo vai mudar. Essa é a única certeza que podemos ter. Como diz Roberto Carlos “se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu senti”.

As metas podem ser alcançadas, mas, dificilmente serão mantidas. Os objetivos mudam de escala. As metas alcançadas perdem o valor. Perceberá que a felicidade não estava lá.

Nada poderá nos trazer felicidade. Ela está dentro de cada um, basta usá-la. Cada um ao seu modo. Brincando, trabalhando , descansando, ou seja, do modo que preferir. Felicidade não é conseqüência dos objetivos alcançados, mas, os objetivos alcançados são conseqüências do seu estado de felicidade. 

O bom ânimo alegra o ambiente. Contagia, constrói e influência. Estas palavras não são novidade para ninguém, porém, esquecemos dos conceitos básicos da vida e perdemos o rumo de ser feliz. 

Nós somos felizes. Portando não existe busca da felicidade e sim o uso. Muitos continuarão buscando, enquanto outros a estarão usando, independente da realidade do nosso trabalho, de nossos sonhos, de nossos estudos.

Para usá-la devemos ter a capacidade de nos adaptar com o meio. As circunstancias mudam constantemente. Não adianta reclamar. Temos que ter a capacidade de se adaptar às mudanças da vida. Entenda que sucesso e felicidade não é a mesma coisa. Sucesso é conseguir o que desejamos. Felicidade é amar aquilo que conseguimos. 

http://pensador.uol.com.br/o_que_desejamos_e_o_que_queremos/

Desejo um ótimo começo de semana!

domingo, 4 de outubro de 2015

Sinta o Sol


Bom dia, como acordou hoje? Tenho um convite irrecusável para você. Mas primeiro lembre-se tudo acontece a partir do seu desejo de ser uma pessoas extremamente feliz. 

Faça hoje seus desejos suas vontades, só porque hoje é domingo e você pode ficar um pouco mais na cama. Ande de pijama pela casa, saboreie  seu café olhando o sol, ou a chuva ou o tempo, ou ainda a televisão! Tome um banho demorado, sinta o vapor do chuveiro, tape os ouvidos e ouça o barulhinho das gotinhas da água caindo sobre sua cabeça. 

Saia pra dar uma volta nem que seja no quarteirão, repare nas flores, nas nuvens, na brisa da primavera. Sinta cada parte do seu corpo, olhe pra você: veja como é a mais perfeita criatura do mundo, sua inteligencia e capacidade de pensar são fantásticos! você esta vivo, e é muito especial. Então vim hoje com um único objetivo, te dizer obrigada por você existir e mesmo de longe fazer parte da minha vida. Saiba que é por você que acordo todos os dias pela manhã e escrevo. E sou extremamente feliz por você existir e fazer parte da minha vida. 

Te desejo hoje um dia fantástico. 


sábado, 3 de outubro de 2015

O Mestre e a xícara de chá


Um professor, após ler muito sobre o Zen, resolveu que era hora de procurar um mestre.
No entanto, seu objetivo não era aprender, mas sim conseguir a aprovação dos seus conhecimentos. Afinal, julgava-se um grande sábio.
Mas ao chegar na casa do mestre, disse-lhe que estava ali para aprender.
O monge percebendo suas intenções convidou o professor para tomar chá enquanto falavam do assunto. 
O visitante, empolgado, desandou a falar com tom magistral.
O monge, em silêncio, apenas o olhava e servia o chá em sua xícara. Após algum tempo a xícara começou a vazar, derramando o chá pela mesa. 
O professor, achando que estava em frente  um velho decrépito, berrou; "O chá está derramando!" 
Neste instante o monge calmamente depositou a chaleira em seu lugar e explicou:
- Você disse que veio até mim para aprender. Mas veio com sua xícara cheia. Meus conhecimentos não cabem em você. Volte esvazie sua xícara, e então poderei ensiná-lo.
Consta que o professor entendeu e, humildemente, passou a aprender as lições ensinadas pelo mestre.
Se queremos realmente aprender algo, devemos transcender a barreira do racional. Temos que sentir o que estamos fazendo, ouvindo ou falando.

Para aquele que está sempre apaixonado por suas próprias opiniões, não existe mestre ou ensinamento. Mas para quem sabe ouvir, mesmo o silêncio possui grande potencial de aprendizado.

Eduardo Almeida (Budô Quando o oriente ilumina o ocidente pag.33,34)

Desejo a todos um excelente sábado!

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Lembra dos seus sonhos de criança

Lembra dos seus sonhos de criança?


Li um livro dia desse cuja estória falava sobre uma moça rica que sempre havia feito tudo o que era "certo". Morava com sua mãe, estudara e se preparava para tomar conta da empresa da família quando a mãe não mais pudesse. Porém a mãe morre antes que ela se sentisse preparada para assumir o cargo, e na leitura do testamento a imposição da mãe era para que ela não assumisse a presidência da empresa, como também não recebesse sua parte da herança até que cumprisse os quesitos de uma lista de coisas que ela a moça havia escrito quando criança. 

Além de estar sem sua mãe, agora ela deveria cumprir uma lista de sonhos infantis. Tudo parecia não ter sentido algum.

Depois de um tempo rebelde por conta do que sua mãe havia feito, ela começa a cumprir os quesitos da lista um a um, e para cada item listado e concluído ela recebia uma cartinha de apoio com um recado escrito pela mãe ainda em vida. Ela tinha um prazo para cumprir a tal lista e alguns dos itens eram bem difíceis, por muitas vezes pensou em desistir, mas a cada item concluído ela se sentia tão feliz, tão completa, tão bem! 

Resumo do final. A moça conseguiu cumprir todos os requisitos da lista. Porém já não pensava como antes, não quis a presidência da empresa, utilizou a casa como um abrigo para mulheres, mudou completamente seu estilo de vida e seus sonhos se tornaram outros, só que com uma diferença, agora ela se sentia feliz, realizada e completa.

Que tal hoje rever aqueles sonhos antigos que há muito estão esquecidos e empoeirados num cantinho. Que tal rever sua lista antiga e começar a cumprir suas metas de quando o mundo parecia uma imensidão a ser desbravada? Vamos!! 

E seja muito feliz hoje relembrando seus antigos sonhos ou criando novos, seja como for, tudo vale a pena se a alma não for pequena.

E tenha um ótimo dia! 

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Veja com seus próprios olhos


Exite na mitologia grega a história de Perseu, um jovem filho do deus Zeus com uma moça de nome Dânae. Esse jovem tem como objetivo de vida passar por várias provas para conseguir a cabeça de um monstro, Górgona, só que ele, o jovem não sabe onde esse monstro está e precisa da ajuda de um oraculo para saber. Esse oraculo é composto por três bruxas cegas que só podem enxergar através de um olho mágico, quando o colocam em suas testas elas tem uma visão não só do que esta ao seu redor, como também do que lhes desejar.

Perseu por mais que quisesse realizar suas provas não tinha como saber saber onde era o esconderijo de Górgona, ele precisava do olho das bruxas que eram mesquinhas e cruéis e na verdade não queriam ajudá-lo. 

Nós ao contrario de Perseu nessa história, podemos ver perfeitamente sem a ajuda de outros. Então cautela quando te mostram seu caminho. Seja o dono do seu destino e o responsável pelas decisões primordiais. E se errar, saiba que é errando que se aprende, é tropeçando que se enxergam as pedras e construa sua estrada. Siga em frente. 

Lembre-se do nosso objetivo de todas as manhã. Seja muito feliz hoje! E tenha um ótimo dia.